quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Ausência... Reflexão...

Nem sempre as coisas são como idealizamos... sonhamos ou pensamos... o que nos obriga a enveredar por caminhos ligeiramente diferentes daqueles que pretendiamos.
Umas vezes acertamos nas escolhas que fazemos... outras nem por isso. Por vezes temos surpresas onde não esperamos e nem sempre a resposta que ouvimos é a que pretendemos.
Mas o mais importante é aprendermos com os erros cometidos, pois é possível tirar grandes lições a partir deles e melhorarmos o nosso quotidiano.
A ausência deveu-se a um período de reflexão e de escolhas, período esse que se revelou ligeiramente maior do que aquilo que estava à espera.
Em dias cinzentos temos de procurar pelo ínfimo raio de luz e agarrarmo-nos a ele, pois caso contrário quando dermos por nós estamos deprimidos e de tal forma em baixo que não há volta imediata a dar!